Marighella e circuitos comunicacionais

narrativas transbordantes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29146/ecops.v25i2.27889

Palavras-chave:

Cinema, Marighella, Circuitos comunicacionais, Partilha do sensível

Resumo

O estudo, assumindo a comunicação como partilha do sensível (RANCIÈRE, 2009) entre indivíduos e setores da sociedade, ocupa-se do filme Marighella (Wagner Moura; Brasil, 2021) tomado como fenômeno comunicacional, observando nas narrativas que ali têm lugar a forma como transbordam da tela do cinema para matérias jornalísticas e postagens em redes sociais. A análise concentra-se nas estratégias estéticas e comunicacionais que no filme (e além dele) funcionam como mobilizadoras de interações sociais (BRAGA, 2017). Constata-se que o produto cinematográfico configura um fluxo comunicacional que começa antes da realização do filme e continua depois de seu lançamento. Marighella, especificamente, multiplica-se na diversidade dos dispositivos midiáticos da contemporaneidade, assim tornando-se parte de discursos contrapostos, alvo de críticas e símbolo de resistência. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Fischer, Universidade Tuiuti do Paraná

Doutora em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Docente e coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Linguagens da Universidade Tuiuti do Paraná (PPGCom/UTP). Docente Colaboradora do Mestrado em Cinema e Artes do Vídeo da Universidade Estadual do Paraná (CineAv/Unespar). Vice-líder do Grupo de Pesquisa TELAS: cinema, televisão, streaming, experiência estética (PPGCom/UTP/CNPq). E-mail: sandrafischer@uol.com.br

Aline Vaz, Universidade Tuiuti do Paraná

Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Linguagens da Universidade Tuiuti do Paraná (PPGCom/UTP). Docente do PPGCom/UTP. Líder do Grupo de Pesquisa TELAS: cinema, televisão, streaming, experiência estética (PPGCom/UTP/CNPq). E-mail: alinevaz900@gmail.com

Referências

Após polêmica, MTST faz almoço com camarões para centenas de moradores de ocupação na Zona Leste de SP. G1. 2021. Disponível em: <https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2021/11/21/apos-polemica-mtst-faz-almoco-com-camaroes-para-centenas-de-moradores-de-ocupacao-na-zona-leste-de-sp.ghtml>. Acesso em 10 jun. 2022.

Bolsonaro veio do esgoto da história, diz Wagner Moura, que agora lança 'Marighella'. Folha de S. Paulo. 2021. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2021/10/bolsonaro-veio-do-esgoto-da-historia-diz-wagner-moura-que-agora-lanca-marighella.shtml>. Acesso em: 11 jun. 2022.

BRAGA, José Luiz. “Constituição do campo da comunicação”. In: Verso e reverso, v. 25, n. 58, p. 62-77, 2011.

BRAGA, José Luiz. Parte I – “Matrizes interacionais”. In: BRAGA, J. L. et al. Matrizes interacionais: a comunicação constrói a sociedade. Campina Grande, PB: EDUEPB, 2017.

Entrevista – Wagner Moura: “‘Marighella’ é uma missão na minha vida”. SCREAM & YELL. 2021. Disponível em: <http://screamyell.com.br/site/2021/11/04/entrevista-wagner-moura-marighella-e-uma-missao-na-minha-vida/>Acesso em: 10 jun. 2022.

FONTANILLE, Jacques. “Quando a vida ganha forma”. In: NASCIMENTO, E. M.; ABRIATA, V. L. R. (Orgs.). Formas de vida: rotina e acontecimento. Ribeirão Preto: Editora Coruja, 2014, p. 55- 85.

GRAÇA, André Rui; BAGGIO, Eduardo Tulio; PENAFRIA, Manuela. “Teoria dos cineastas: uma abordagem para a teoria do cinema”. In: Revista Científica/FAP, Curitiba, v.12, 19-32, 2015.

MAGALHÃES, Mário. Marighella - O guerrilheiro que incendiou o mundo. Rio de Janeiro: Companhia das Letras, 2012.

"Marighella" estreia na Berlinale com protestos. DW. 2019. Disponível em: <https://www.dw.com/pt-br/marighella-estreia-na-berlinale-com-protestos/a-47544716>. Acesso em: 11 jun. 2022.

Mourão diz que critica de Eduardo Bolsonaro a china não representa posição do governo. Folha de S. Paulo. 2020. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2020/03/mourao-diz-que-critica-de-eduardo-bolsonaro-a-china-nao-representa-posicao-do-governo.shtml>. Acesso em: 11 jun. 2022.

OLIVEIRA, Ana Claudia. Comunicação e produção semiótica do sentido. VIII Encontro da Compós. Belo Horizonte, 2009.

RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível: estética e política. São Paulo: EXO experimental org.; Editora 34, 2009.

Wagner Moura assina a direção de 'Marighella', já em cartaz nos cinemas. Hoje em Dia. 2021. Disponível em: <https://www.hojeemdia.com.br/entretenimento/wagner-moura-assina-a-direc-o-de-marighella-ja-em-cartaz-nos-cinemas-1.861879>. Acesso em: 10 jun. 2022.

Downloads

Publicado

2022-10-31

Como Citar

Fischer, S., & Vaz, A. (2022). Marighella e circuitos comunicacionais: narrativas transbordantes. Revista Eco-Pós, 25(2), 169–192. https://doi.org/10.29146/ecops.v25i2.27889