Arte, Design e Educação:

Materialização da Memória Contra a Barbárie

Autores

  • Aline Jobim e Souza Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro https://orcid.org/0000-0002-0979-9045
  • Simone Formiga Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
  • Nilton G. Gamba Junior Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.29146/ecopos.v24i3.27747

Palavras-chave:

Comissão Nacional da Verdade, Arte Política, Memória Social, Ditadura

Resumo

Apresentaremos a seguir a metodologia aplicada na pesquisa de campo realizada no Programa de Pós Graduação em Artes e Design que envolveu alunos de graduação de Artes e Design matriculados na disciplina “Linguagem e Comunicação Visual II”. Sendo o objeto central da pesquisa são os 464 mortos e desaparecidos políticos contidos nos documentos da Comissão Nacional da Verdade (CNV), convidamos os alunos a conhecer o “Volume III: Mortos e Desaparecidos Políticos”, de forma que o aprendizado resultasse em artefatos multissensoriais. Com o exercício proposto, além de enfatizar o pensamento crítico na construção de um projeto de linguagem e comunicação visual, demandou que se ponderassem tanto questões éticas quanto estéticas no desenvolvimento dos trabalhos. Considerando públicos tanto o espaço urbano como o virtual, sendo ambos, portanto, passíveis de uma ação de disseminação imagética do conteúdo, a metodologia estimulou a criação de narrativas visuais que, ao final do curso, ganharam visibilidade na mostra “Carta Sapato”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Jobim e Souza, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Doutoranda sob orientação do Professor Nilton Gonçalves Gamba Junior pelo Departamento de Artes e Design da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), com a entrada no programa de pós graduação em 2019.1. Pós-graduada Mestre pelo Departamento de Artes e Design da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), com a defesa da dissertação "Comissão Nacional da Verdade, Arte e Intervenção Pública", sob orientação do Professor Nilton Gonçalves Gamba Junior (abril de 2018). Bacharel em Design pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2009). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Desenho Industrial - Comunicação Visual. Trabalha como autônoma com Direção de Arte, Projeto Gráfico e Ilustração.

Simone Formiga, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Doutora em Arte e Design (por unanimidade com distinção) pela FBAUP - Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto - Portugal (2015) com Certificação de Mérito por ter obtido a melhor classificação do Curso de 3º Ciclo em Arte e Design no período letivo de 2014/2015. Mestre em Design pela PUC-Rio - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2001) e graduada em Licenciatura em Artes (1984) e Comunicação Visual (1980) também pela PUC-Rio. Minhas pesquisas acadêmicas perpassam pelas relações de gênero e pelas questões relativas à representação e construção e desconstrução de imagens. Atualmente sou professora do Departamento de Artes & Design da PUC-Rio. Ministro disciplinas relacionadas à identidade visual, branding, naming, tipografia, linguagem gráfica, produção gráfica, metodologia e desenvolvimento de projeto. Sou pesquisadora integrante da equipe de investigação do Centro de Estudos Interculturais (CEI) do Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto (ISCAP) pertencente ao Instituto Politécnico do Porto (IPP).

Nilton G. Gamba Junior, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Coordenador do DHIS - Laboratório de Design de Histórias do Programa de Pós-graduação em Design do Departamento de Artes e Design da PUC-Rio. Possui graduação em Desenho Industrial com habilitação em Programação Visual pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (1993), mestrado em Design pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1999) e doutorado em Psicologia (Psicologia Clínica) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2004). Atualmente é professor adjunto do Departamento de Artes e Design da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Artes, Design e Psicologia, atuando principalmente nos seguintes temas: narrativa, mídia, pós-modernidade, tecnologias, artes performativas.

Referências

BENJAMIN, Walter. Sobre o conceito de história. In: Obras Escolhidas I: Magia e Técnica, Arte e Política. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BOSI, Ecléa. Memória e sociedade - lembranças de velhos. 3ed. São Paulo: Cia das Letras, 1994. (p. 55)

CARNEIRO, Júlia Dias. As homenagens de Bolsonaro a Pinochet e por que o general ainda divide o Chile. BBC, 22 mar. 2019. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-47674503 . Acessado em: 25 ago. 2021.

CARNERI, Santi. Bolsonaro elogia ditador paraguaio Alfredo Stroessner em público. El País, 26 fev. 2019, Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/02/26/internacional/1551213499_127441.html . Acessado em: 25 ago. 2021.

CAVALCANTI FILHO, José Paulo; CUNHA, Rosa Maria Cardoso da.; DALLARI, Pedro Bohomoletz de Abreu; DIAS, José Carlos; KEHL, Maria Rita; PINHEIRO, Paulo Sérgio. Comissão Nacional da Verdade. Relatório – Volume I. Brasília, Comissão Nacional da Verdade, 2014.

_______. Comissão Nacional da Verdade. Relatório – Volume II: Textos Temáticos.

Brasília, Comissão Nacional da Verdade, 2014.

_______. Comissão Nacional da Verdade. Relatório – Volume III: Mortos e Desaparecidos Políticos. Brasília, Comissão Nacional da Verdade, 2014.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Sobrevivência dos Vagalumes. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011.

ÉBOLI, Evandro. Manifestantes exibem boneco inflável de general que criticou governo: No gramado frente ao Congresso, outro grupo simula velório de Lula e Dilma. O Globo, 17 nov. 2015. Disponível em: https://oglobo.globo.com/brasil/manifestantes-exibem-boneco-inflavel-de-general-que-criticou-governo-18070976 . Acessado em: 25 ago. 2021.

MACHADO, Leandro. Por que 60% dos eleitores de Bolsonaro são jovens?. BBC, 16 nov. 2017. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-41936761 . Acessado em: 25 ago. 2021.

ODILLA, Fernanda. 5 anos depois, o que aconteceu com as reivindicações dos protestos que pararam o Brasil em junho de 2013?. BBC, 9 jun. 2013. Disponível em: https://política.bbc.com/portuguese/brasil-44353703 . Acessado em: 25 ago. 2021.

PASOLINI, Pier Paolo. Os jovens infelizes: antologia de ensaios corsários. São Paulo: Editora Brasiliense S.A., 1990.

RANCIÈRE, Jacques. Política da Arte. Tradução de Mônica Costa Netto da transcrição da conferência realizada no SESC. São Paulo, abril de 2005. Recuperado de https://territoriosdefilosofia.wordpress.com/2014/05/30/politica-da-arte-jacques-ranciere/ .

SOUZA, Aline. Comissão Nacional da Verdade, arte e intervenção pública. Dissertação (Mestrado em Artes e Design) – Programa de Pós-graduação – Artes e Design, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro. 2018.

Referência de vídeo

CARTAS da mãe. Direção de Fernando Kinas, Marina Willer. São Paulo: Máquina Produções; Trattoria, 2003. (30 min). Publicado no Youtube na página de Ivan Henfil. Disponível em: https://youtu.be/JATC4QRN0yg

Downloads

Publicado

2021-12-20

Como Citar

Souza, A., Formiga, S., & Gamba Junior, N. (2021). Arte, Design e Educação:: Materialização da Memória Contra a Barbárie. Revista Eco-Pós, 24(3), 157–195. https://doi.org/10.29146/ecopos.v24i3.27747