Pensar e escrever a história das emoções hoje e ontem

Autores

  • Augusto Bozz

DOI:

https://doi.org/10.29146/ecops.v25i2.27946

Palavras-chave:

Emoções, Genealogia, História do Ocidente, Atualidade

Resumo

O terceiro volume da série “História das emoções” intitulado “Do final do século XIX até os dias atuais” é um projeto que toca a nervura de nosso tempo. Publicado no Brasil pela Editora Vozes, o volume pretende investigar como, em contrapelo à modernidade, as emoções se tornaram centrais para a maneira dos indivíduos compreendem a si mesmos e como o social passou a pulsar segundo a lógica do sensível. O livro possui vinte e seis capítulos que, apesar da pluralidade de filiações teóricas e metodológicas de cada autor, busca apreender as emoções lá onde se supõe que ela não tem história alguma. Sem dúvida, é um livro rico para a área da Comunicação, seja pela sua elucidação de caminhos investigativos, seja pela sua proposição de ferramentas conceituais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CAROL, A. Decadências corporais: diante da doença e da morte. In: In: História das emoções: 3. Do final do século XIX até hoje. Petrópolis: Editora Vozes, 2020, p. 390-414.

COURTINE, J. Introdução. In: História das emoções: 3. Do final do século XIX até hoje. Petrópolis: Editora Vozes, 2020.

FOUCAULT, M. História da sexualidade 2: o uso dos prazeres. São Paulo: Paz & Terra, 2018.

ILLOUZ, E.; ALALUF, Y. O capitalismo emocional. In: História das emoções: 3. Do final do século XIX até hoje. Petrópolis: Editora Vozes, 2020.

Downloads

Publicado

2022-10-31

Como Citar

Bozz, A. (2022). Pensar e escrever a história das emoções hoje e ontem. Revista Eco-Pós, 25(2), 398–406. https://doi.org/10.29146/ecops.v25i2.27946