Para além da lentidão:

influências das relações entre tempo e espaço no conceito de jornalismo etnográfico.

Autores

  • João Noé Alves de Carvalho Universidade de Coimbra
  • Francisco Carlos Guerra de Mendonça Júnior

Palavras-chave:

Jornalismo, Etnografia, Jornalismo etnográfico, Jornalismo lento, Observação participante

Resumo

Este artigo analisa práticas jornalísticas a partir da etnografia enquanto “método-pensamento” (Caiafa, 2013). O intuito é pensar em como jornalistas usam recursos da etnografia em seus trabalhos. Para isso, partimos do conceito de “jornalismo etnográfico” de Hermann (2016a; 2016b), que classifica esse gênero como um tipo de jornalismo lento que leva à lentidão ao extremo. Nossa proposta é expandir tal concepção, incluindo em análises sobre o assunto as localizações (geográficas, sociais e culturais) dos jornalistas durante a convivência com interlocutores em campo.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALCOFF, Linda. Uma epistemologia para a próxima revolução. In: Revista Sociedade e Estado, vol. 31, n. 1, 2016, pp. 129-143. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-69922016000100007. Acesso em: 30 jun 2022.

BAUMAN, Zygmunt. Vida para Consumo – A Transformação das Pessoas em Mercadoria. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2010.

BOLTANSKI, Luc. Distant Suffering – Morality, Media and Politics. Cambridge: Cambridge University Press, 2004.

BOUDRY, Valica. Ethnojournalism: A Hybrid Model of Ethnography and Journalism to Create Culturally Diverse News Content. Tese apresentada como requerimento para obtenção do grau de Ph.D. pela University of North Dakota, 2007.

BIRD, Elizabeth. Anthropological Engagement with News Media – Why Now? In: Anthropology News, v. 51, n. 04, 2010. Disponível em: https://anthrosource.onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/j.1556-3502.2010.51405.x. Acesso em: 04 jun 2020.

CAIAFA, Janice. Trilhos da Cidade – Viajar no metrô do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Viveiros de Castro Editora, 2013.

CAMPOS, Ricardo. Porque Pintamos a Cidade? Lisboa: Fim de Século, 2010.

CARVALHO, Beatriz Guimarães & EVANGELISTA, Rafael de Almeida. Coletores do Cotidiano: o jornalista literário, o antropólogo e suas idas ao campo. In: Brazilian Journalism Research, v. 14, n. 03, 2018, pp. 832-849. Disponível em: https://bjr.sbpjor.org.br/bjr/article/view/1120/pdf_1 . Acesso em: 16 jun. 2020.

CAVALCANTI, Klester. Dias de Inferno na Síria. São Paulo: Benvirá, 2012.

CAVALCANTI, Klester. O Nome da Morte. Oeiras: Editorial Presença, 2018.

CAVALCANTI, Klester. Entrevista a João Noé Alves de Carvalho (via telefone). Rio de Janeiro, 21 de agosto de 2021.

CLIFFORD, James. On Ethnographic Authority. In: Representations, n. 2, p. 118-146, 1983. Disponível em: http://www.jstor.org/stable/2928386. Acesso em: 28 jul. 2017.

CLIFFORD, James. Travel and Translation in the Late Twentieth Century. Cambridge: Harvard University Press, 1997.

CONOVER, Ted. Immersion – A Writer’s Guide To Going Deep. Chicago: The University of Chicago Press, 2016.

CRAMER, Janet; MCDEVITT, Michael. Ethnographic Journalism. In: IORIO, Sharon Hartin (ed.). Qualitative Research in Journalism – Taking it to the Streets. Mahwah: Laurence Erlbaum Associates, Publishers, 2004.

DESMOND, Matthew. Evited – Poverty and Profit in the American City. Nova Iorque, Brodway Books, 2016.

DURHAM, Meenakshi. On the Relevance of Standpoint Epistemology to the Practice of Journalism: The Case for “Strong Objectivity”. In: Communication Theory, v. 8, n. 2, 1998, p. 117–140. Disponível em: https://doi.org/10.1111/j.1468-2885.1998.tb00213.x . Acesso em: 19 jul. 2021.

ERIKSEN, Thomas Hylland. Tyrannny of the Moment – Fast and Slow Time in the Information Age. Londres: Pluto Press, 2001.

ESCÓSSIA, Fernanda da. Invisíveis – Uma etnografia sobre brasileiros sem documento. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2021.

ESTALELLA, Adolfo; CRIADO, Tomás Sanchez. Experimental Collaborations. In: ESTALELLA, Adolfo; CRIADO, Tomás Sanchez (eds.). Experimental Collaborations – Ethnography through Fieldwork Devices. Nova Iorque: Berghahn, 2018.

GANS, Herbert. Public Ethnography; Ethnography as Public Sociology. Em: Qualitative Sociology, v. 33, n. 1, 2010. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s11133-009-9145-1. Acesso em: 23 jul. 2020.

GIRARDI JÚNIOR, Liraúcio. A reportagem como experiência etnográfica. Em: Anuário de Jornalismo, v. 2, n. 2, 2000, pp. 198-213. Disponível em: https://www.academia.edu/1023244/A_reportagem_como_experi%C3%AAncia_etnogr%C3%A1fica. Acesso em: 08 jun. 2020.

HANNERZ, Ulf. Foreign News: Exploring the World of Foreign Correspondents. Chicago: University of Chicago Press, 2004.

HARRINGTON, Walt. What Journalism can Offer Ethnography. In: Qualitative Inquiry, v. 09, n. 1, 2003, pp. 90-104. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/1077800402239342?journalCode=qixa Acesso em: 09 jun. 2020.

HERMANN, Anne K. Ethnographic Journalism. Em: Journalism, v. 17, n. 2, 2016a, pp. 260-278. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/1464884914555964?journalCode=joua Acesso em: 12 abr. 2019.

HERMANN, Anne K. The Temporal Tipping Point – Regimentation, representation and reorientation in ethnographic journalism. In: Journalism Practice, v. 10, n. 4, 2016b, pp. 492-506. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/17512786.2015.1102605. Acesso em:: 29 abr. 2019.

JACKSON, Mitchell S. Twelve Minutes and a Life. In: Ruuner’s World, 2020. Disponível em: https://www.runnersworld.com/runners-stories/a32883923/ahmaud-arbery-death-running-and-racism/. Acesso em: 28 jun. 2022.

JEFFREY, Bob; TROMAN, Geoff. Time for Ethnography. In: British Educational Research Journal, v. 30, n. 4, 2004, pp. 535-548. Disponível em: http://www.jstor.org/stable/1502175 Acesso em: 03 mai. 2020.

KRITSCH, Rebeca. Viver nas Ruas. In: O Estado de São Paulo, 1994. Caderno Cidades: C1-C12.

LAGO, Cláudia. Ensinamentos antropológicos: a possibilidade de apreensão do Outro no jornalismo. In: Brazilian Journalism Research, v. 06, n. 1, 2010, pp. 164-178. Disponível em: https://bjr.sbpjor.org.br/bjr/article/view/253 . Acesso em: 19 jun. 2020.

LASSITER, Luke Eric. The Chicago Guide to Collaborative Ethnography. Chicago: The University of Chicago Press, 2005.

LEVINAS, Emmanuel. Totalidade e Infinito. Lisboa: Edições 70, 1980.

MARCUS, George E. Ethnography in/of the World System: The Emergence of Multi-Sited Ethnography. In: Annual Review of Anthropology, v. 24, 1995, pp. 95-117. Disponível em: http://anthro.vancouver.wsu.edu/media/Course_files/anth-490-edward-h-hagen/marcus-1995-ethnography-in-of-the-world-system_the-emergence-of-multi-sited-ethnography.pdf Acesso em: 20 jun. 2017.

MARTINEZ, Monica. Jornalismo Literário: revisão conceitual, história e novas perspectivas. In: Intercom RBCC, v. 40, n. 03, pp. 21-36, 2017. Disponível em: http://portcom.intercom.org.br/revistas/index.php/revistaintercom/article/view/2798 Acesso em: 24 jun. 2020.

MEDINA, Cremilda. A Arte de Tecer o Presente — Narrativa e Cotidiano. São Paulo: Summus Editorial, 2003.

MEDINA, Cremilda. Entrevista – O Diálogo Possível. São Paulo: Editora Ática, 2011

NEGREIROS, Adriana. A vida nunca mais será a mesma: Cultura da violência e do estupro no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2021.

NEVEU, Erik. Le genre du journalisme. Des ambivalences de la féminisation d'une profession. In: Politix, v. 13, n. 51, terceiro trimestre de 2000, pp. 179-212. Disponível em: https://doi.org/10.3406/polix.2000.1109 Acesso em: 25 mai. 2020.

NEVEU, Erik. Sociologia do Jornalismo. São Paulo: Edições Loyola, 2006.

NEVEU, Érik. On not going too fast with slow journalism. In: Journalism Practice, v. 10, n. 04, 2016, pp. 448-460. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1080/17512786.2015.1114897 Acesso em: 11 jun. 2020.

PEDELTY, Mark. Teaching Ethnographic Journalism – Critical Comparison, Productive Conundrums. In: Anthropology News, v. 51, n. 04, 2010. Disponível em: https://anthrosource.onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/j.1556-3502.2010.51425.x. Acesso em: 04 jun. 2020.

PEIRANO, Mariza. Etnografia não é método. In: Horizontes Antropológicos, v. 20, n. 42, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-71832014000200015. Acesso em: 26 nov. 2019.

RIBEIRO, Djamila. Lugar de Fala. São Paulo: Jandaíra, 2019.

RUSSELL, Bertrand. ABC da Relatividade. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1974.

SIMS, Norman. The Literary Journalists. In: SIMS, Norman (ed.). The Literary Journalists. Nova Iorque: Ballantine Books, 1984.

SOROKIN, Pitirim; MERTON, Robert. Social-time: A Methodological and Functional Analysis. In: HASSARD, John (ed.). The Sociology of Time. Nova Iorque: Palgrave Macmillan, 1990.

SPRADLEY, James P. Participant Observation. Forth Worth: Harcourt Brace Jovanovich College Publishers, 1980.

ŠUBRT, Jiří. The Sociology of Time. Cham: Palgrave Macmillan, 2021.

SWASEY, Christel Lane. Ethnographic Literary Journalism. Dissertação de mestrado submetida ao Departamento de Comunicações da Brigham Young University, em Provo, Utah, nos Estados Unidos, 2009. Disponível em: https://scholarsarchive.byu.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=2862&context=etd. Acesso em: 02 jul. 2020.

TRAVANCAS, Isabel. Jornalistas e Antropólogos – Semelhanças e Distinções da Prática Profissional. Trabalho apresentado na Sessão de Comunicações – Temas Livres, XXV Congresso Anual em Ciência da Comunicação, Salvador / BA, 03 de setembro de 2002. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2002/congresso2002_anais/2002_COMUNICACOES_TRAVANCAS.pdf. Acesso em: 27 jan. 2017.

VELHO, Gilberto. Observando o Familiar. In: NUNES, Edson de Oliveira (org.). A Aventura Sociológica – Objetividade, Paixão, Improviso e Método na Pesquisa Social. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978.

WALLERSTEIN, Immanuel. The Heritage of Sociology, the Promise of Social Science PresidentialAddress, XIVth World Congress of Sociology, Montreal, 26 July 1998, In: Current Sociology, v. 47, n. 1, 1999, pp. 1-37. Disponível em: http://csi.sagepub.com/content/47/1/1. Acesso em: 09. agt. 2022.

Downloads

Publicado

2022-12-18

Como Citar

Noé Alves de Carvalho, J., & Carlos Guerra de Mendonça Júnior , F. (2022). Para além da lentidão:: influências das relações entre tempo e espaço no conceito de jornalismo etnográfico . Revista Eco-Pós, 25(3), 86–108. Recuperado de https://revistaecopos.eco.ufrj.br/eco_pos/article/view/27931