A militância bolsonarista em redes online:

polarização afetiva e os impactos à comunicação democrática

Autores

  • PRISCILLA DIBAI UFBA
  • Edson D’Almonte

DOI:

https://doi.org/10.29146/ecops.v25i2.27892

Palavras-chave:

Jair Bolsonaro, comunicação, afetos políticos, Telegram

Resumo

O artigo discute a interconexão de emoções na comunicação dos apoiadores de Bolsonaro, hospedados em uma comunidade digital na plataforma Telegram. Após dois anos de observação, sustentamos que os afetos, intensamente explorados neste estudo, produzem uma comunicação polarizada ancorada em blocos retóricos complementares e concomitantes de amor ao líder e ódio aos oponentes. Nesse sentido, propomos duas tipologias de culto à liderança: 1) Bolsonaro como maior que a democracia e 2) Bolsonaro como mais importante que os fatos. Defendemos que o bolsonarismo adota uma extensa e diversificada rede de inimigos além da esquerda. Sugerimos que a presença de afetos negativos não é o que torna o “bolsonarismo” potencialmente antidemocrático. O que afeta negativamente a democracia é como esses sentimentos constroem uma política de segregação e destituição do outro, promovendo a restrição democrática, não a expansão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABRANCHES, S. Polarização radicalizada e ruptura eleitoral. In: Vários Autores (orgs). Democracia em risco: 22 ensaios sobre o Brasil hoje. São Paulo: Companhia das Letras, p. 11-34, 2019

AB’SABER, T. Crise, alucinose e mentira: o anticomunismo do nada brasileiro. In ALMEIDA, R.; TONIOL, R. (orgs.). Conservadorismos, fascismos e fundamentalismos: análises conjunturais. Campinas: Editora da Unicamp, p. 117-142, 2018

ALMEIDA, R. Bolsonaro presidente: Conservadorismo, evangelismo e a crise brasileira. Novos estudos Cebrap., São Paulo, v. 38, n. 1, p. 185-213, 2019

ALONSO, A. A comunidade moral bolsonarista. In: Vários Autores (orgs). Democracia em risco: 22 ensaios sobre o Brasil hoje. São Paulo: Companhia das Letras, 2019, p.52-70

BURSZTYN, V.; BIRNBAUM, L. Thousands of small, constant rallies: a large-scale analysis of partisan WhatsApp Groups. Asonam: Vancouver, 2019

BUTLER, J. Quadros de guerra: Quando a vida é passível de luto? Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017

CARDOSO, T.; GOMES, R.; NAKAGAWA, F.; NAKAGAWA, R. A pílula mágica da gripezinha: a narrativa da cloroquina nos grupos bolsonaristas de WhatsApp durante a pandemia de Covid-19. Revista Fronteiras, vol. 23, n. 2, p. 175-189, maio/agosto, 2021

CASTELLS, M. Redes de indignação e esperança: movimentos sociais na era da internet. Rio de Janeiro: Zahar, 2ª edição, 2013

CESARINO, L. As ideias voltaram ao lugar? Temporalidades não lineares no neoliberalismo autoritário brasileiro e sua infraestrutura digital. Caderno CRH, Salvador, v. 34, p. 1-18, 2021

DIBAI, P. “Mesmo solto, Lula nunca será livre”: o cerco ao inimigo em grupo bolsonarista no Telegram. Revista Compolítica, v. 11, n. 1, p. 6-30, 2021

_______. Bolsonarismo on-line: “Com ou sem democracia, salvemos o capitão!”. Revista Tensões Mundiais, Fortaleza, v. 16, n. 30, p. 177-211, 2020

DUNKER, C. Psicologia das massas digitais e análise do sujeito democrático. In Vários Autores. Democracia em risco: 22 ensaios sobre o Brasil hoje. São Paulo: Companhia das Letras, p. 116-135, 2019

_______. Subjetividade em tempos de pós-verdade. DUNKER, Christian et. al. Ética e pós-verdade. Porto Alegre: Dubliense, p. 7-38, 2017

FAUSTO NETO, A. Trajetos do corpo de uma mulher: construção e desmontagem de fake News na campanha digital de Jair Bolsonaro. In: CASTRO, P. (org.). Circulação discursiva e transformação da sociedade. Campina Grande: EDUEPB, p. 213-235, 2018

FINCHELSTEIN, F. Uma breve história das mentiras fascistas. São Paulo: Vestígio, 2020

FUKS, M.; MARQUES, P. Afeto ou ideologia: medindo polarização política no Brasil?. In: 12º Encontro da ABCP, 2020, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa (PB). Área Temática: Comportamento Político e Opinião Pública [...]. [S. l.: s. n.], 2020

GIORGI, G. Arqueologia do ódio: apontamentos sobre escrita e democracia. In KIFFER, A.; GIORGI, G. Ódios políticos e política do ódio. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, p. 81-132, 2019

GOMES, A. A política brasileira em tempos de cólera. In: Vários Autores. Democracia em risco: 22 ensaios sobre o Brasil hoje. São Paulo: Companhia das Letras, p 175-194, 2019

GOMES, W.; DOURADO, T. Fake news, um fenômeno de comunicação política entre jornalismo, política e democracia. Estudos em Jornalismo e Mídia, v. 16, n. 2, p. 33-45, 2019

HABERMAS, J. Teoria do Agir Comunicativo 1. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2012

HITLER, A. Minha luta, 1924. disponível em https://docs.google.com/viewer?a=v&pid=sites&srcid=dGFyZGluLm5ldHxmaXNpY2F8Z3g6MWE1MTdkOTNlZjcxMTVkMw

HONNETH, A. Luta por reconhecimento: a gramática moral dos conflitos sociais. São Paulo: Editora 34, 2009, 2ª edição

KIFFER, A. O ódio e o desafio da relação: escritas dos corpos e afecções políticas. In KIFFER, Ana & GIORGI, Gabriel. Ódios políticos e política do ódio. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, p. 35-80, 2019

LEVITSKY, S.; ZIBLATT, D. Como as democracias morrem. São Paulo: Zahar, 2018

NAKAGAWA, R.; GOMES, R.; CARDOSO, T. Epistemologias mutiladas e a exploração política de vieses cognitivos: o negacionismo engendrado pela retórica bolsonarista em grupos de WhatsApp. Revista Mídia e Cotidiano, v. 14, n.3, set./dez. 2020

NASCIMENTO, L.; FONSECA, P.; JESUS, J.; OLIVEIRA, J. Poder oracular e ecossistemas digitais de comunicação: a produção de zonas de ignorância durante a pandemia de Covid-19 no Brasil. Revista Fronteiras, vol. 23, n. 2, p. 190-206, maio/agosto 2021

RECUERO, R. Disputas discursivas, legitimação e desinformação: o caso Veja x Bolsonaro nas eleições de 2018. Comunicação, Mídia e Consumo, v. 16, n. 47, p. 432-458, 2019

SOLANO, E. Crise da democracia e extremismo de direita. São Paulo: Friedrich-Ebert-Stiftung -

Brasil, 2018

TAVARES, M.; SOUZA, R.; HELLER, B.; VALERIM, P. Fake News, Hiper Informação, Desinformação, Fetichismo e pandemia na Web. Rio de Janeiro: Salute, Anais XVI Colóquio Habermas e VII Colóquio de Filosofia da Informação Esfera Pública em Tempos de Internet. p. 233-248, 2021.

Downloads

Publicado

2022-10-31

Como Citar

DIBAI, P., & D’Almonte , E. . (2022). A militância bolsonarista em redes online:: polarização afetiva e os impactos à comunicação democrática. Revista Eco-Pós, 25(2), 142–168. https://doi.org/10.29146/ecops.v25i2.27892