Novas apropriações da comunicação urbana:

Intervenções de arte da rua para o Instagram

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29146/ecopos.v24i3.27714

Palavras-chave:

Fotografia, Comunicação, Arte Urbana, Cidades

Resumo

O espaço urbano caracteriza-se, dentre outras coisas, pela profusão dos diferentes grupos que abriga. Tal diversidade é perceptível através dos conflitos existentes nos fluxos, na ocupação dos espaços e em hábitos culturais, manifestos em ações populares ou em intervenções urbanas permanentes. Com a exigência do isolamento e do distanciamento social motivados pela pandemia da covid-19, as interações entre as pessoas e a cultura das cidades foram profundamente modificadas. O fluxo de pessoas nas ruas, da mesma maneira, também foi alterado, de modo que até mesmo a percepção da arte urbana já não se dá pelos mesmos mecanismos. Nesse sentido, a fotografia tem sido um veículo de propagação da arte e da cultura urbana, revelando os conflitos presentes nas manifestações artísticas desenvolvidas no espaço urbano, principalmente através de redes sociais, como o Instagram. Este artigo analisa a fotografia como veículo de comunicação e ressignificação das cidades através das representações de intervenções artísticas urbanas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Svizzero Fakhoury, UNESP

Atualmente é Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Estadual Paulista ''Júlio de Mesquita Filho'' - UNESP - Campus Bauru: linha de pesquisa em Produção de Sentido na Comunicação Midiática. Mestra em Mídia e Tecnologia pela Universidade Estadual Paulista ''Júlio de Mesquita Filho'' - UNESP (Bauru - 2018): linha de pesquisa em Tecnologias Midiáticas. Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Paulista - UNIP (2012). Mediadora Presencial da Universidade Virtual do Estado de São Paulo - UNIVESP (2020-2022). Coordenadora de Mesa no Congresso Internacional Media Ecology and Image Studies - MEISTUDIES. Pesquisadora vinculada ao GENEM (Grupo de Estudos sobre a Nova Ecologia dos Meios) da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC - UNESP/Bauru). Foi Avaliadora do XIII International Conference on Graphics Engineering for Arts and Design - GRAPHICA (2019). Foi aluna do Curso de Extensão "Dimensão Paisagística no Projeto Cidade Contemporânea: um percurso de estudo em Paris, Roma e Veneza" com módulo teórico na UNESP e módulo prático/teórico nas Universidades estrangeiras Écoles Nationale Supérieure d'Architecture de Paris La Villette, IUAV di Venezia e Sapienza di Roma. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo e Comunicação, com ênfase em Imagem e Estética, atuando principalmente nos seguintes temas: Representação Visual, Representações no Processo de Projeto, Comunicação em Arquitetura, Comunicação Urbana e Estética dos Espaços Urbanos. Tem experiência e atua também na área de Metodologia e Escrita Científica.

Lívia Maria de Oliveira Furlan, UNESP

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UNESP, campus Bauru. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP, (2015 - 2018). Bolsista de Mestrado da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP (vigência 2021/2022, nº processo 2020/05870-7), com a pesquisa intitulada: "A Transformação do Repórter e o seu Encontro com a Natureza: a Diferença de Olhar do Sebastião Salgado em Êxodos e Gênesis".

Denise Guimarães-Guedes, UNESP

Doutoranda em Comunicação no PPG-COM/Unesp. Mestre (2015) pelo Programa de Pós-Graduação em Design e Bacharel (1997) em Desenho Industrial - pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1997). Docente nas Faculdades Integradas de Bauru (FIB) nos cursos de Design, Publicidade e Propaganda, Tecnologia em Audiovisual e Arquitetura.

Denis Porto Renó, UNESP

Jornalista, fotógrafo e documentarista, é livre-docente em Ecologia dos Meios e Narrativas Imagéticas pela Universidade Estadual Paulista - Unesp, Possui Mestrado (2006) e Doutorado em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (2010) e graduação em Jornalismo pela Universidade do Vale do Paraíba (2003). Desenvolveu sua dissertação de Mestrado sobre Produção e Exibição de Cinema Documentário na Internet (financiado pela CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), sob a orientação do prof. Dr. Sebastião Carlos de Morais Squirra, e sua tese de Doutorado em Comunicação Social no programa de pós-graduação da Universidade Metodista de São Paulo, onde pesquisou sobre Linguagens para o Cinema Documentário Interativo (financiado pela CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), sob a orientação da profa Dra Elizabeth Moraes Gonçalves.. Desenvolveu sua pesquisa de pós-doutorado na Universidade Complutense de Madri (Espanha), com o tema "Jornalismo Transmídia: Um estudo sobre a produção de reportagens para mídias digitais", sob a supervisão do prof Dr Jesus Miguel Flores Vivar. Desenvolveu outra pesquisa de pós-doutorado a Universidade de Aveiro (Portugal), com o tema "Touch Journalism: Linguagens para hiperjornalismo em dispositivos móveis", sob a supervisão do professor Dr. Fernando Ramos. Desenvolveu uma terceira pesquisa de pós-doutorado na Universidade de Aveiro (Portugal), com o tema Redes, Midiação e Inovação Territorial, sob a supervisão dos professores Fernando Ramos e Luis Pedro. Tem experiência profissional na área de Comunicação, com ênfase em Fotografia, Audiovisual e Jornalismo Eletrônico, atuando principalmente sobre os temas fotografia e documentário. É professor associado do curso de Jornalismo da Universidade Estadual Paulista - Unesp, onde atualmente ministra as disciplinas Narrativas Imagéticas e Laboratório de Narrativas Imagéticas. Já ministrou as disciplinas Telejornalismo I e II, assim como as disciplinas Fotojornalismo I e Fotojornalismo II. É professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação (mestrado e doutorado), assim como professor permanente e coordenador do Programa de Mestrado Profissional em Mídia e Tecnologia da mesma instituição. Colabora como professor visitante do Mestrado em Comunicação Digital Interativa na Universidade Nacional de Rosario (Rosario, Argentina), professor visitante do curso de Mestrado em Comunicação da Universidade Técnica Particular de Loja (Loja, Equador) e desde 2016 é professor honorífico da Universidade Complutense de Madri, onde participa do grupo de pesquisa MidaLab. Como pesquisador, atua no desenvolvimento de pesquisas sobre Comunicação, Jornalismo, Fotografia, Narrativa Transmídia, Narrativas Audiovisuais e Novas Tecnologias Digitais. É Diretor Científico da Cátedra Latino-americana de Narrativa Transmídia (sede em Rosario, Argentina) e pesquisador líder do GENEM - Grupo de Estudos sobre a Nova Ecologia dos Meios. É autor de mais de 120 artigos científicos publicados em revistas do Brasil, Espanha, México, Portugal, Colômbia, Peru, Polônia e Paraguai. É autor de 6 livros publicados em Espanha e Portugal, organizador de mais de 15 livros coletivos e autor de mais de 60 capítulos de livros publicados em Brasil, Espanha, Equador, Colômbia, Peru, Chile, Argentina, México e Portugal. Foi autor de conferencias em Brasil, Estados Unidos, Portugal, Colômbia, Espanha, Equador, México, Peru, Chile, Polônia e Argentina. 

Referências

ASLAM, Salman. Instagram by numbers: stats, demographics & fun facts, 2021. Disponível em:

https://www.omnicoreagency.com/instagramstatistics/#:~:text=Instagram%20Demographics&text=130%20million%20Instagram%20users%20are,between%2025%20and%2034%20years. Acesso em: 04 jun. 2021.

AUGÉ, Marc. Não-lugares: introdução a uma antropologia da modernidade. Lisboa: Bertrand

Editora, 1994.

AUGÉ, Marc. Por una antropología de la movilidad. Barcelona: Gedisa, 2009.

BARCELLOS, Jefferson. Fotografia no bolso: a prática da fotografia de rua intermediada por smartphones. In: RENÓ, Denis; CARDOSO, Fátima Lopes: FREIXA, Pere. Poéticas Fotográficas. Aveiro: Ria Editorial, 2021. p.159-178.

CARTIER-BRESSON, Henri. Henri Cartier-Bresson: Fotógrafo. São Paulo: SESI-SP, 2017.

CARTIER-BRESSON, Henri. O imaginário segundo a natureza. São Paulo: Gustavo Gili, 2015.

CENTRE POMPIDOU. Exhibition / Museum -- Brassaï – Graffiti. Disponível em: https://www.centrepompidou.fr/en/program/calendar/event/cg5MXrA. Acesso em: 09 set. 2021.

COOLETIVO. Plataforma coletiva de conteúdo de Arte Urbana de São Paulo. Instagram: @cooletivo. Disponível em: https://www.instagram.com/cooletivo/. Acesso em: 04 jun. 2021.

FAKHOURY, Renata S.; RENÓ, Denis P. A transformação estética do espaço público: o urbanismo tático e a paseo bandera em Santiago, Chile. In: MARTINS, Alice; RIBEIRO, Regilene A. S.; FAKHOURY, Renata S.; PONCE, Wendy M. (Orgs.). Os signos na arte, na comunicação e nas cidades. Aveiro: Ria Editorial, p. 248-263, 2020a.

FAKHOURY, Renata S.; RENÓ, Denis P. O que nos une? A comunicação estética do espaço e a agenda 2030. In: Revista Internacional de Comunicación y Desarrollo (RICD), 11, 109-116, 2020b.

HARDER, Jeff. Por dentro das guerras de estilo do Graffiti Doc dos anos 80. 2014. Disponível em: https://www.esquire.com/entertainment/movies/a30605/style-wars-revisited/. Acesso em: 09 set. 2021.

HEIDELBERG, Ulrich Blanché. Street art and photography: documentation, representation, interpretation. Nuart Journal, v. 1, n. 1. p. 23-29, 2018.

KOSSOY. Boris. Realidades e ficções na trama fotográfica. São Paulo: Ateliê Editorial, 1999.

LYNCH, Kevin. A imagem da cidade. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

MANOVICH, Lev. Instagram and the contemporary image. Nova York: CUNY, 2017.

MACDOWALL, Lachlan John; SOUZA, Poppy de. ‘I’d Double Tap That!!’: street art, graffiti, and Instagram research. Media, Culture & Society, v. 40, n. 1, p. 3– 22, 2018.

TIBURI SOARES PIRES, G. Fotografia através de dispositivos móveis: estudo de caso sobre o Instagram. In: Revista da Graduação, v. 6, n. 1, 2013.

POSTMAN, Neil. El humanismo de la ecología de los medios. In: SCOLARI, Carlos. Ecología de los medios: entornos, evoluciones e interpretaciones. Barcelona: Gedisa, p. 97-108, 2015.

RENÓ, Denis P. A pós-fotorreportagem e os paradigmas estéticos do ecossistema midiático contemporâneo. In: BARROS, Laan M.; MARQUES, José C.; MÉDOLA, Ana S. Produção de sentido na cultura midiatizada. Belo Horizonte: PPGCOM - UFMG, Fafich, p. 243-260, 2020.

RENÓ, Denis P. Pesquisa aplicada em comunicação: uma tendência necessária. Comunicação & Sociedade, v. 36, n. 1, p. 7-30, 2014.

REVISTA MÓBILE. Metrópoles: O que nos une? In: Cidades. São Paulo: CAU. v. 1, p. 6, 2014.

SONTAG, Susan. Sobre fotografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

THE NEW YORK TIMES. How Plagues Shape the Landscape, 2021. Disponível em: https://www.nytimes.com/2021/02/23/travel/epidemics-landmarks.html. Acesso em: 15 mar. 2021.

Downloads

Publicado

2021-12-20

Como Citar

Svizzero Fakhoury, R., Maria de Oliveira Furlan, L., Guimarães-Guedes, D., & Porto Renó, D. (2021). Novas apropriações da comunicação urbana:: Intervenções de arte da rua para o Instagram . Revista Eco-Pós, 24(3), 403–422. https://doi.org/10.29146/ecopos.v24i3.27714