“Amorteamo”, locus horribilis e a tropicalização do gótico na TV brasileira

Autores

  • Anderson Lopes da Silva Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.29146/eco-pos.v23i3.27525

Resumo

Este trabalho propõe discutir como o gótico, ao adentrar o terreno das produções culturais-midiáticas brasileiras, passa por um processo de tropicalização. De maneira específica, o gótico tropical é lido aqui na esfera da ficção seriada televisiva em suas lógicas de criação estética no mundo fictivo. Nesse sentido, são trazidas à discussão as produções de sentido da minissérie “Amorteamo” (2015) como forma de materialização estilística do processo de tropicalização gótica. Logo, como recorte empírico, são apresentados momentos pontuais da trama (da construção das personagens principais às sequências cênicas centrais) que exemplificam, enfim, a tropicalização a partir da chamada tríade gótica, isto é, representações que perpassam o locus horribilis, os fantasmas do passado e as personagens monstruosas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson Lopes da Silva, Universidade de São Paulo

Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (PPGCOM ECA USP). Pesquisador do NEFICS (Núcleo de Estudos em Ficção Seriada e Audiovisualidades), vinculado à UFPR/CNPq, e do GELiDis (Grupo de Pesquisa Linguagens e Discursos nos Meios de Comunicação), vinculado à ECA USP/CNPq.

Referências

ALLIATA, M. V. Haunted minds: studies in the gothic and fantastic imagination. Verona: Ombre Corte, 2017.

BALOGH, A. M. O discurso ficcional na TV: sedução e sonho em doses homeopáticas. São Paulo: Edusp, 2002.

BORKOSKY, M. M. Telenovela Nueva: nuveas lecturas. Buenos Aires: Corregidor, 2016.

Botting, F. Ghotic. London and New York: Routledge, 1995.

BOTTING, F. Limits of horror: Technology, Bodies, Gothic. Manchester and New York: University Press Manchester, 2008.

BUTLER, J. Televison Style. New York & London: Routledge, 2010.

CESERANI, R. O Fantástico. Curitiba, Editora UFPR, 2006.

CORNWELL, N. The Literary Fantastic: From Gothic to Postmodernism. New York: Harvester Wheatsheaf, 1990.

DAVENPORT-HINES, R. Gothic: four hundred years of excess, horror, evil and ruin. Farrar and New York: North Point Press/Straus and Giroux, 1998.

EDWARDS, J. D. & VASCONCELOS, S. G. Introduction: Tropicalizing Gothic. In: EDWARDS, J. D. & VASCONCELOS, S. G. (ed.). Tropical Gothic in Literature and Culture: the Americas. New York and London: Routledge, 2016, p. 1-10.

EDWARDS, J. D. & BOTTING, F. Theorising globalgothic. In: BYRON, G. Globalgothic. Manchester: Manchester University Press, 2013, p. 11-24.

ELJAIEK-RODRÍGUEZ, G. Selva de fantasmas: El gótico en la literatura y el cine latinoamericanos. Bogotá: Editorial Pontificia Universidad Javeriana, 2017.

ELJAIEK-RODRÍGUEZ, G. Ghotic in the tropics: transformations ot the Ghotic in the Colombian Hot Lands. In: CASANOVA-VIZCAÍNO, S. & ORDIZ, I. (ed.) Latin American gothic in literature and culture. New York: Routledge, 2018.

FRANÇA, J. O sequestro do Gótico no Brasil. In: FRANÇA, J. & COLUCCI, L. (org.). As nuances do gótico: do setecentos à atualidade. Rio de Janeiro: Bonecker Editora, 2017, p. 111-124.

FURTADO, F. A construção do fantástico na narrativa. Lisboa: Livros Horizonte, 1987.

GAMA-KHALIL, M. M. Projeções do medo e da morte no gótico revisitado por Lygia Fagundes Telles. In: FRANÇA, J. & COLUCCI, L. (org.). As nuances do gótico: do setecentos à atualidade. Rio de Janeiro: Bonecker Editora, 2017, p. 185-196.

GRAHAM, K. W. Preface. In: GRAHAM, K. W. (ed.). Gothic fictions: prohibition/transgression. New York: AMS Press, 1989, p. 1-10.

JOHNSTON, D. Haunted Seasons: Television Ghost Stories for Christmas and Horror for Halloween. New York and London: Palgrave Macmillan, 2015.

JOST, F. Compreender a televisão. Porto Alegre: Sulina, 2007.

KAYE, H. Gothic Film. In: PUNTER, D. (ed.). A new companion to the gothic. Oxford: Blackwell Publising, 2012, p. 239-251.

MELO NETO, J. C. ‘O cão sem plumas’. In: Poesias Completas. 2 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1975, pp. 303-318.

ORDIZ, I. & CASANOVA-VIZCAÍNO, S. Introduction: Latin American, the Caribbean, and the persistence of the ghotic. In: CASANOVA-VIZCAÍNO, S. & ORDIZ, I. (eds.). Latin American gothic in literature and culture. New York: Routledge, 2018.

PUNTER, D. Introduction: The ghost of a history. In: PUNTER, D. (ed.). A new companion to the gothic. Oxford: Blackwell Publishing, 2012, p. 1-9.

PUNTER, D. & BYRON, G. (eds.). The gothic. Oxford: Blackwell Publishing, 2004.

REUTER, Y. A análise da narrativa: o texto, a ficção e a narração. Rio de Janeiro: DIFEL, 2007.

ROAS, D. La amenaza del fantástico. In: ROAS, D. (ed.). Teorías de lo fantástico. Madrid: Arco/Libros S.L., 2001, p. 7-44.

ROCHA, S. M. Estilo televisivo – e sua pertinência para a TV como prática cultural. Florianópolis: Insular, 2016.

SÁ, D. S. Gótico Tropical: o sublime e o demoníaco em O Guarani. Salvador: EDUFBA, 2010.

SCHLAEGER, J. ‘Emotions and Emotional Excess’. In: SCHLAEGER, J. (ed.). Representations of emotional excess. Yearbook of Research of English and American Literature, vol. 16. Tübingen: Gunter Narr Verlag, 2000. p. 1-11.

SERRANO, C. A. Gothic imagination in Latin American fiction and film. Albuquerque: University of New Mexico Press, 2019.

TIBBETTS, J. C. The Gothic Imagination: Conversations on Fantasy, Horror, and Science Fiction in the Media. New York and London: Palgrave Macmillan, 2011.

WHEATLEY, H. Gothic Television. Manchester: Manchester University Press, 2006.

Downloads

Publicado

2020-12-24

Como Citar

Lopes da Silva, A. (2020). “Amorteamo”, locus horribilis e a tropicalização do gótico na TV brasileira. Revista Eco-Pós, 23(3), 360–395. https://doi.org/10.29146/eco-pos.v23i3.27525