Corpo sujo, alma limpa: Considerações sobre escarificações em jovens emos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29146/eco-pos.v19i3.2447

Resumo

A partir da observação de algumas páginas e grupos na rede social Facebook, o presente artigo discute e apresenta questões intrigantes e polêmicas que envolvem a tribo urbana Emo -- tais como escarificação e depressão. Sendo partes constituintes da performance corporal e afetos dos jovens emos, e principalmente como um método para exteriorizar seus sentimentos e expressar toda a melancolia da tribo, o presente artigo analisa as escarificações como artifícios éticos e estéticos que ajudam a construir a persona e identificação emo. Para tanto, nos debruçamos especialmente sobre os  conceitos de neotribalismo propostos por Mafessoli ( 1987) e os conceitos antropológicos acerca de emoções e corpo, de acordo com as propostas de Jeudy (1998) e Le Breton (2010, 2012).

Palavras-chave: emo, corpo, tribalismo urbano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cíntia Sanmartin Fernandes, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutora em Sociologia Política pela UFSC, professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Uerj e pesquisadora do Grupo de Pesquisa Comunicação, Arte e Cidade (CAC).

Renata Oliveira Carvalho, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Jornalista e Mestra em Comunicação Social pela Uerj.

Referências

FERREIRA, Sérgio. Da “experiência” ao vício”: a construção de um projeto de marcação corporal. In: COSTA, Maria Regina da; SILVA, Elizabeth Murilho da. (orgs). Sociabilidade Juvenil e Cultura Urbana. São Paulo: Educ, 2006.

JEUDY, H-P. O texto do corpo. In: ______. Le corps comme objet d'art. Paris: Armand Colin, 1998. Disponível em: <http://www.each.usp.br/opuscorpus/PDF/r12p1.pdf>. Acesso em: 14 jan. 2015.

JEUDY, H-P. O frenesi da exibição. In: ______. Le corps comme objet d'art. Paris: Armand Colin, 1998. Disponível em: <http://www.each.usp.br/opuscorpus/PDF/r7p1.pdf>. Acesso em: 14 jan. 2015.

LE BRETON, David. As paixões ordinárias: antropologia das emoções. Petrópolis: Vozes, 2009.

______. Escarificações na adolescência: uma abordagem antropológica. Horiz. antropol., Porto Alegre , v. 16, n. 33, Junho 2010 . Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script= sci_arttext&pid=S0104-71832010000100003>. Acesso em 25 out. 2014.

______. O risco deliberado: sobre o sofrimento dos adolescentes. Revista Política & Trabalho, v. 2, n. 37, 2012. Disponível em: <http://www.okara.ufpb.br/ojs/index.php/politicaetrabalho/ article/view/14841/8603> Acesso em: 25 out. 2014.

MAFFESOLI, Michel. O tempo das tribos: o declínio do individualismo nas sociedades de massa. Rio de Janeiro: Editora Forense-Universitária, 1987.

RIBEIRO, Márcia Regina. Primitivos modernos: a modificação corporal e o retorno do corpo animal: entregarás teu corpo/animal em sacrifício ao grande outro / Márcia Regina Ribeiro. -- Porto Alegre, 2007. Dissertação (Mestrado) -- Universidade Federal do rio Grande do Sul, Instituto de Psicologia, 2007. Disponível em: <https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/ 10183/13405/000632103.pdf?sequence=1>. Acesso em 25 de outubro, 2014.

Downloads

Publicado

2016-12-23

Como Citar

Fernandes, C. S., & Carvalho, R. O. (2016). Corpo sujo, alma limpa: Considerações sobre escarificações em jovens emos. Revista Eco-Pós, 19(3), 314–335. https://doi.org/10.29146/eco-pos.v19i3.2447

Edição

Seção

Perspectivas