Cidades Sensacionais. Análise da campanha “O mundo se encontra no Brasil. Venha celebrar a vida”

Autores

  • Lidiane Santos de Lima Pinheiro Universidade do Estado da Bahia - UNEB
  • Patrícia Carla Smith GALVÃO Universidade do Estado da Bahia -UNEB
  • Camila Leite OLIVER Universidade do Estado da Bahia -UNEB

DOI:

https://doi.org/10.29146/eco-pos.v21i3.12380

Resumo

A campanha publicitária “O mundo se encontra no Brasil. Venha celebrar a vida”, publicizada durante a Copa do Mundo de Futebol 2014 e os Jogos Olímpicos 2016 (sediados no Brasil) para divulgar no exterior os principais destinos turísticos do país, define como “sensacional” a experiência do turista no Brasil. O objetivo do artigo é, a partir do modelo semionarrativo de A. Semprini, analisar tal campanha, sobretudo os anúncios que representam os espaços urbanos, a fim de identificar os valores sugeridos por seu discurso, observando como tais manifestações da marca Brasil apresentam as cidades brasileiras para o público estrangeiro. A campanha, discursivamente, reinventa as cidades e sugere que o mundo se encontra no Brasil por sua diversidade cultural; assim, constrói sentidos de integração e multiculturalidade e reforça a ideia do Brasil como um país sensacional. Palavras-chave: Análise Semionarrativa; Cidades; Discurso; Marca País; Publicidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lidiane Santos de Lima Pinheiro, Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Doutora em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia-UFBA, com estágio doutoral na Université Paris X; professora adjunta de Comunicação Social da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e pesquisadora dos Grupos de Pesquisa LOGOS: Comunicação Estratégica, Marca e Cultura - UFBA e CEPAD- Centro de Estudos e Pesquisas em Análise do Discurso - UFBA.

Patrícia Carla Smith GALVÃO, Universidade do Estado da Bahia -UNEB

Doutoranda, no Programa de Pós-graduação Multidisciplinar em Cultura e Sociedade -- IHAC/UFBA, orientada pelo Prof. Dr. Adriano Sampaio. Mestre em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Social (UCSAL), Analista Universitária da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), membro do Grupo de Pesquisa em Comunicação Estratégica, Marca e Cultura - FACOM/UFBA - CNPq.

Camila Leite OLIVER, Universidade do Estado da Bahia -UNEB

Doutoranda em Comunicação e Semiótica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, sob orientação do prof. Dr. José Luiz Aidar Prado. Mestre em Estudo de Linguagens - Universidade do Estado da Bahia (UNEB).  Professora Auxiliar da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e pesquisadora dos Grupos de Pesquisa LOGOS: Comunicação Estratégica, Marca e Cultura - UFBA.

Referências

EMBRATUR. Plano Aquarela 2020: Marketing Turístico Internacional do Brasil, 2009. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/export/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/downloads_publicacoes/Plano_Aquarela_2020.pdf. Acesso em: 16 jun 2016.

ESPINHEIRA, G. El patrimonio como cenário na domesticación de da cultura, Íconos: Revista de Ciencias Sociales, Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales de Ecuador, n. 21, 2005, pp. 69-77.

PINHEIRO, Lidiane S. de L. O Brasil Sensacional na Cidade do Sol: Análise da Peça de Natal-RN. In: Anais do XXXVIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Disponível em: http://portalintercom.org.br/anais/nacional2015/. Acesso em: 01 set 2017.

SEMPRINI, Andrea. A marca pós-moderna. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2010.

SETTIS, Salvatore. Italia S.p.A. L'assalto al patrimonio culturale. Torino, 2002. Disponível em: https://arteepotere.wordpress.com/2012/06/05/salvatore-settis-italia-s-p-a-lassalto-al-patrimonio-culturale/ Acesso em: 16 jun 2016.

ZWEIG, Stefan. Brasil, um país do futuro. Porto Alegre: L&PM, 2006

Downloads

Publicado

2018-12-26

Como Citar

Pinheiro, L. S. de L., GALVÃO, P. C. S., & OLIVER, C. L. (2018). Cidades Sensacionais. Análise da campanha “O mundo se encontra no Brasil. Venha celebrar a vida”. Revista Eco-Pós, 21(3), 175–194. https://doi.org/10.29146/eco-pos.v21i3.12380

Edição

Seção

Perspectivas